Professores são exemplos

Professores são exemplos

O vestibular é um desafio por si só. Uma época de dedicação, renúncias e escolhas. Mas, para alguns estudantes, o obstáculo pode ser ainda maior. Alessandra de Oliveira Elias, de 20 anos, conseguiu superar todos esses garantiu uma bolsa de 100% para fazer História na Pontifícia Universidade Católica, a PUC. Orgulhosa, a moradora de Guaratiba acredita que não teria conseguido tal feito sem o aprendizado e as orientações dados pela equipe do pré-vestibular comunitário da ONG Ser Cidadão, de Santa Cruz.

— Só passei por causa do curso — garante a jovem.

Segundo ela, a deficiência na educação começou cedo. Nascida no Pará, a jovem chegou ao Rio com 11 anos e apenas a 1ª série do ensino fundamental. Entrou para uma escola pública, que aplicou uma prova e pulou Alessandra de série. Ao chegar ao ensino médio, não sabia nem os assuntos básicos de Matemática. As primeiras aulas no cursinho gratuito identificaram essas dificuldades, que foram logo tratadas:

— Agora, estou ansiosa para ver como será meu desempenho na faculdade.

Curso do Ser Cidadão tem média de 50% de aprovados. A paraense Alessandra foi a primeira de sua família a entrar na faculdade — o pai só estudou até a 3ª série do fundamental e a mãe, até a 8ª — graças aos incentivos de uma prima. Mas ela quase deixou de lado esse sonho, já que não tinha os R$ 170 da inscrição da PUC:

— Acabei perdendo o prazo do pedido de isenção. Comecei a vender doces para os amigos até conseguir o dinheiro.

A situação da estudante costuma ser o perfil dos alunos do pré-vestibular social, como conta o coordenador da ONG, Franscisco Jorge, de 35 anos. Ele afirma que os jovens chegam com uma deficiência escolar grande, principalmente em Português, Matemática e conhecimentos gerais. Apesar disso, o trabalho do Ser Cidadão tem conquistado bons resultados: o projeto tem uma média de 50% de aprovados em universidades públicas ou como bolsistas.

Phelipe Souza Gomes, de 18 anos, que cursa o segundo período da faculdade de Letras na Universidade Federal Rural do Rio, é um deles.

— O que mais me ajudou foram os simulados aplicados pelo curso — conta o morador de Santa Cruz, que também havia passado para a UFRJ e a Estácio.

Ex-alunos voltam para dar aula e se tornam exemplos. Ex-aluno de outro pré-vestibular, o Comunitário de Vila Aliança, em Bangu, André Luiz, de 23 anos, não só passou para a Faculdade Simonsen com bolsa no curso de História como voltou para o cursinho para retribuir o aprendizado como monitor:

— Quero ajudar outras pessoas a passarem.

Ele não é o único caso. Coordenador do curso, Ezemar Adad, de 48 anos, conta que todos os professores são exalunos. Roberto Feitosa, de 35, começou seu trabalho voluntário como professor de Geografia em 2007. Ele lamenta o grande número de desistentes, mas garante que o estímulo é frequente:

— Têm a violência e a questão financeira, que pesam. Por isso, procuramos trazer filmes e fazer passeios.

O professor de História Rogério Lisil, de 32 anos, lembra que também trabalhava na época que estudava no pré-vestibular, mas não desistiu pela vontade de ser o primeiro da família a ter uma graduação:

— Estar na sala de aula é uma motivação para eles. Sei as dificuldades, mas também sei que é possível — destaca ele, que faz pós-graduação em Ciências da Religião.

Veja como se inscrever nos cursos pré-vestibular. ONG SER CIDADÃO

Fica na Rua Fernanda 140, em Santa Cruz. Os interessados devem estar cursando o último ano do ensino médio ou já ter concluído. Para se inscrever, precisa levar cópia e original de identidade, CPF, comprovante de residência e declaração escolar. As aulas começam em fevereiro e acontecem de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h. O curso oferece lanche, uniforme e material didático. Além das aulas em sala, os estudantes fazem passeios culturais, participam de palestras com ex-alunos e de oficinas para aprender a se inscrever nas faculdades. O telefone é 2221-8830.

PRÉ-VESTIBULAR COMUNITÁRIO DA VILA ALIANÇA

Fica na Avenida do Corretor 27, na Vila Aliança. Os interessados devem preencher uma ficha no local. É necessário pagar R$ 50 de matrícula. As aulas devem começar no dia 22 de fevereiro e acontecem de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h. O curso oferece material didático e uniforme. Mais informações pelos números

99296-4653 e 2401-9853.

UFRRJ

A Universidade Rural do Rio de Janeiro, em Seropédica, oferece curso preparatório para o Enem, nos períodos tarde e noite. As inscrições ainda não estão abertas. Os candidatos devem ficar de olho no site http://portal.ufrrj.br ou entrar em contato pelos telefones 2669-0817 e 2669-0815.

CECIERJ

A Fundação Cecierj oferece pré-vestibular social no Colégio Estadual Professora Jeannette de Souza Coelho Mannarino (Rua Olinda Ellis 45, em Campo Grande), no Instituto Educacional Sarah Kubitscheck (Rua Manoel Caldeira de Alvarenga 1.203, Campo Grande), no Colégio Estadual Nazira Salomão (Rua Frei Inácio 82, Centro de Angra dos Reis), no Colégio Estadual Bangu (Estrada do Engenho 442, Bangu), no Colégio Estadual Clodomiro Vasconcelos (Rua Gorgênio Freitas Marins 102, no Centro de Itaguaí) e no Colégio Estadual Barão do Rio Branco (Rua do Matadouro 25, em Santa Cruz). Mais informações em cederj.edu.br/ prevestibular/ ou nas instituições de ensino. ONG Ser Cidadão abre vagas para cursos de capacitação. Experiência e cursos de capacitação profissional podem ser essenciais na hora de buscar um emprego. Visando esse público, principalmente o mais jovens, a ONG Ser Cidadão, em Santa Cruz, está abrindo vagas para cursos de auxiliar de cozinha e auxiliar administrativo e logística. As aulas são oferecidas de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã ou da tarde — dependendo do curso escolhido.

Para o de auxiliar de cozinha, os jovens devem ter entre 18 e 29 anos e ensino fundamental incompleto. Já para participar das aulas de auxiliar administrativo e logística é preciso estar entre 16 e 24 anos e ter o ensino médio completo.

Basta entrar no site www.sercidadao.org.br e preencher a ficha de inscrição ou ir à sede da ONG, na Rua Fernanda 140, em Santa Cruz. O candidato deve aguardar o retorno da Ser Cidadão para o agendamento de uma entrevista. Mais informações pelo telefone 2221-8830.

Fonte: O Globo