Prefeitura recebe 120 jovens aprovados no programa Juventude Conectada

Prefeitura recebe 120 jovens aprovados no programa Juventude Conectada

A noite da última segunda-feira, dia 17 de agosto, começou de um jeito diferente para os 120 jovens que foram aprovados no primeiro processo seletivo do Programa Juventude Conectada. Os jovens bolsistas foram recebidos pelo prefeito Jonas Donizette, que ressaltou a importância de aproveitar as oportunidades da vida.

“Vocês conquistaram uma oportunidade, que foi fruto do esforço e do entusiasmo dos que estão aqui. A Administração recebe a todos com grande satisfação e compartilhamos da alegria que esse momento representa para os bolsistas”, afirmou o prefeito.

Os telecentros são abertos à comunidade e os bolsistas atuam como facilitadores para garantir o acesso aos cidadãos. Além da atuação nas unidades, os jovens também participam de formação em cidadania e desenvolvimento pessoal, cultura digital, informática básica e gestão de telecentros.

Os aprovados têm idade entre 15 e 29 anos, ficarão no programa por um ano e receberão mensalmente bolsa pedagógica de R$ 426,38, que equivale a 152,60 UFICs – Unidade Fiscal de Campinas. Para participar, os jovens precisam estar na escola, universidade ou já ter se formado. Além disso, a família deve ter renda mensal de até um salário mínimo por pessoa.

Durante o evento, também foi assinada uma carta de intenção entre a Prefeitura e o CTI – Centro de Tecnologia “Renato Archer”, vinculado ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação. O documento formaliza a parceria entre as duas instituições, que irão somar esforços para estruturar ações de cooperação com a finalidade de capacitar os jovens.

A Carta destaca alguns projetos para a formação dos bolsistas, dentre os quais estão Plataforma Inteligente de Telecentros, Inovação em Resíduos Sólidos (lixo eletrônico) e Projeto Wash. O Wash busca mobilizar estudantes e suas famílias por meio de atividades artísticas, culturais, científicas e tecnológicas via ensino multidisciplinar. É um programa que amplia a qualidade de ensino em escolas públicas e oferece bolsas de iniciação científica para alunos do ensino médio.

Juventude Conectada

O Juventude Conectada é uma iniciativa do governo municipal para promover inclusão digital e social, por meio de acesso gratuito a informática, tecnologias da informação e comunicação e cultura digital nos telecentros comunitários implementados nas cinco regiões da cidade.

A ideia é preparar os jovens para atender o público dos 30 telecentros, por meio de oficinas e acesso livre à internet. O trabalho é considerado pelos gestores do programa como um exercício de cidadania.

O programa visa garantir o direito ao desenvolvimento pessoal e social, possibilitando a ampliação das perspectivas de formação acadêmica. A particiação no programa também ajuda a proporcionar melhores condições de empregabilidade.

Além de estimular os jovens a frequentarem o ensino obrigatório e participarem de outras atividades socioeducativas, o programa também proporciona uma melhoria nas condições financeiras dos participantes mediante a concessão de bolsas, para que possam se dedicar a atividades educativas, culturais e de lazer.

Fonte: Prefeitura Municipal de Campinas