Prefeito lança rede de fibra óptica que ligará todas as escolas municipais

Prefeito lança rede de fibra óptica que ligará todas as escolas municipais

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, apresentou nesta quinta-feira, 10 de dezembro, o projeto Rede Metro Óptica de Campinas, um trabalho conjunto entre a Secretaria Municipal de Educação e a IMA (informática de Municípios Associados). O lançamento do programa ocorreu na Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Luisa Pompeo de Camargo, no bairro Jardim São Gabriel.

O projeto interligará, em um primeiro momento, todas as escolas da rede municipal de ensino (209 unidades) por meio da fibra óptica. Desse modo, todo o sistema de comunicação será melhorado, tornando mais ágil a rede de dados e beneficiando 55.452 alunos de Campinas. Para um segundo momento, o objetivo é atender todas as secretarias nos demais espaços públicos, como centros de saúde, unidades da assistência social, administrações regionais, entre outros.

“Vamos implementar essa estrutura em toda a Prefeitura, mas não havia lugar melhor do que a educação para começar”, afirmou o prefeito. “Hoje em dia, o uso de meios digitais é fundamental para manter a atenção dos alunos”, completou.

Na Emef Maria Luisa Pompeo de Camargo, Jonas foi recebido por um coral formado por cerca de 50 alunos, do 2º e do 3º ano, comandado pela professora de canto Telma Vieira. Eles apresentaram a música “Fico Assim Sem Você”. O prefeito foi presenteado pelos estudantes com um cartão de Natal e uma boneca Abayomi (símbolo de resistência durante o período da escravidão no Brasil). Por fim, a aluna Emily Santana de Oliveira, de 15 anos, fez uma explicação sobre o funcionamento da fibra óptica.

“Fico muito feliz por, às vésperas do Natal, ter uma recepção como esta. Agradeço o carinho e tenho certeza de que cada passo que damos na educação é um passo certo. A escola é o farol do futuro”, afirmou.

A secretária de Educação, Solange Pelicer, também esteve no evento e destacou que, no futuro, a tecnologia possibilitará a utilização de painéis digitais durante as aulas. “O que mais atrai a nossa criança de hoje é a questão digital. Nós queremos colocar painéis, que já estão em processo licitatório, em todas as salas, para uma aula interativa. E para isso é necessário avançar na questão da velocidade da informática”, disse.

Com a fibra óptica, transmitem-se raios de luz ao longo de grandes distâncias, permitindo carregar milhares de informações digitais sem perdas significativas. As taxas de transmissão são altíssimas, como explicou o diretor técnico da IMA, Márcio Ricardo.
“No centro da cidade, temos muita facilidade de conexão, com várias operadoras instaladas, mas os locais mais afastados da Prefeitura têm muita dificuldade. Então, a internet cai ou fica lenta, atrapalhando o trabalho dos servidores. Com a instalação da fibra, isso acaba: a conexão vai ficar estável e rápida”, disse.

O projeto Rede Metro Óptica de Campinas tem previsão de ser totalmente implantado em 18 meses. Já estão instalados mais de 12 km de cabos de fibra óptica na cidade, em uma rede que ao todo terá cerca de 340 km. A educação é a primeira parte do projeto “Uma Cidade 100% Digital”, capacitando Campinas para atuar, no futuro, conforme o conceito de cidade inteligente.

Fonte e imagem: Prefeitura Municipal de Campinas