Prefeito lança ‘Juventude Conectada’ para preparar jovens bolsistas

Prefeito lança ‘Juventude Conectada’ para preparar jovens bolsistas

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, lançou na tarde desta quarta-feira, dia 6 de agosto, o Programa Juventude Conectada cujo objetivo é promover inclusão digital e social da comunidade por meio de acesso gratuito a tecnologia da informação nos telecentros comunitários implementados nas diferentes regiões da cidade.

Conforme o prefeito, programas desse tipo são importantes porque preparam os jovens na área de tecnologia da informação. Com essa formação, esses jovens poderão atender e orientar os cidadãos que procuram os telecentros.

“A tecnologia só tem sentido quando existe para aproximar e levar mais informação para as pessoas, e o poder público precisa propor ações que tenham identidade com os jovens. O ‘Juventude Conectada’ contempla tudo isso, pois a maioria dos jovens tem muita facilidade e interesse por computador, pelas redes sociais, e por uma séria de oportunidades que a internet oferece, e o Programa vai usar essa aptidão para proporcionar o contato desse jovem com as pessoas. Nós vamos equipar as salas, colocar bons computadores, mas o mais importante será a interação dos bolsistas com os cidadãos que vão procurar os telecentros”, salientou Jonas Donizette.

Além do prefeito, a cerimônia de lançamento contou com a presença da secretária de Cidadania, Assistência e Inclusão Social, Jane Valente; do diretor presidente da concessionária Rota das Bandeira, Julio Perdigão; da coordenadora do Juventude Concectada, Kátia Trento; de vereadores, secretários municipais, jovens que atuam no Programa e demais convidados.

Parceria

Iniciativa do governo municipal, o programa gerido pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência e Inclusão Social (SMCAIS) tem como missão fomentar a integração da comunidade por meio de ações de inclusão digital cidadã, mediadas por jovens bolsistas. Essa ação acontecerá nos 33 telecentros distribuídos pelas diferentes regiões da cidade.

A partir de 2015, os telecentros serão adequados com tecnologia assistida. Também haverá recursos de acessibilidade ao computador para pessoas com deficiência.

O ‘Juventude Conectada’ conta com parceria da Rota das Bandeiras por intermédio do programa de responsabilidade social “Caia na Rede”, que prevê inclusão digital nos municípios em que a concessionária atua. Nesta parceria, a Rota assume oito dos 33 telecentros implementados no município, sendo três novos e cinco que serão reformados e equipados.

A lei municipal nº 14.853, que instituiu o Programa ‘Juventude Conectada’, prevê um Comitê Gestor formado por representantes das secretarias municipais de Cultura, Esportes, Transportes, Educação, Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida e a Informática dos Municípios Associados (IMA).

O programa também prevê a formação e atuação de jovens de 15 a 29 anos, com oferta de bolsas pedagógicas e uma grade de formação em cidadania e desenvolvimento pessoal, cultura digital e gestão de telecentros. A iniciativa preparará esse jovem para atender o público do telecentro.

Como parte da sua formação, os jovens passarão pela realização de oficinas e acesso livre à internet. Dessa forma, os bolsistas terão condições de exercer a cidadania e ter acesso ao mercado de trabalho.

De acordo com coordenação do Programa, a maioria dos jovens que concluem o processo de formação do ‘Juventude Conectada’ entram em universidades e empregos que exigem mais qualificação. Esse resultado se torna possível porque os alunos se diferenciam por desenvolverem habilidades e pró-atividade, obtidas com a promoção da autonomia e emancipação, valorização do diálogo e convívio do jovem com as demais gerações.

Fonte Prefeitura de Campinas