Participantes do Enem podem solicitar certificado de conclusão do Ensino Médio

Quem participou da edição de 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode utilizar as notas das provas para solicitar o certificado de conclusão do Ensino Médio. Os interessados deverão providenciar cópias do RG, CPF e do comprovante de endereço, uma foto 3×4 e o boletim de pontuação da prova, que é acessado na página individual do participante. Feito isso, podem se dirigir a uma das instituições autorizadas a emitir a certificação.

Segundo o Instituto Nacional de Ensino e Pesquisas (Inep), é preciso atender a três requisitos básicos: ter 18 anos completos até a data da primeira prova, 24 de outubro de 2015; ter atingido, no mínimo, 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento do exame (Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Matemática) e, alcançado, no mínimo, 500 pontos na redação.

As instituições habilitadas a realizar esse tipo de certificação, no Ceará, são a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE). Quem optar pela Seduc como instituição certificadora deve procurar um dos 32 Centros de Educação de Jovens e Adultos (Cejas) do Ceará, sendo nove na capital e 23 no interior. Há também instalações do IFCE em 27 municípios do estado.

Quem não atingiu a pontuação mínima exigida em alguma das áreas de conhecimento pode adquirir a declaração parcial de proficiência. O interessado deve ter atingido o mínimo de 450 pontos na área de conhecimento em que deseja obter declaração. Na área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, é preciso ainda ter o mínimo de 500 pontos na prova de redação. Neste caso, os resultados também são cumulativos e o participante pode conseguir a pontuação necessária para certificação de cada área em edições diferentes do Enem.

Conforme o edital 2015 do Exame, candidatos menores de idade que concluirão o Ensino Médio após 2015 não podem utilizar os resultados individuais para pegar a certificação de conclusão do e, consequentemente, usar o Enem como mecanismo de acesso à educação superior. Os resultados de desempenho obtidos destinam-se exclusivamente, “para fins de autoavaliação de conhecimentos”.

Mais

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1998 para avaliar o desempenho do estudante ao fim da educação básica. A partir de 2009, a prova passou a ser utilizada também como mecanismo de seleção para o ingresso no ensino superior através do Sistema de Seleção Unificado (Sisu).

Fonte: Diário do Nordeste