Novos estudos do Observatório serão destaque na 5ª Semana da Educação

Novos estudos do Observatório serão destaque na 5ª Semana da Educação

Alguns dos destaques da 5ª Semana da Educação de Campinas serão os novos estudos divulgados pelo Observatório da Educação, vinculado ao Compromisso Campinas pela Educação (CCE). Estes estudos, demandados pelo Comitê Deliberativo do Observatório, permitirão uma ampla e crítica radiografia sobre a educação pública em Campinas.

Na manhã no dia 04 de novembro, no auditório da Fundação FEAC, será apresentado pela Fundação SEADE um estudo sobre as escolas municipais e estaduais do município de Campinas segundo o Índice Paulista de Vulnerabilidade Social – IPVS – e os indicadores do IDEB, de infraestrutura, de desempenho e do nível socioeconômico (NSE). Também na ocasião, haverá apresentação de uma análise integrada desses dados, assinada pelo Prof. Dr. Dalton Francisco de Andrade, membro do Comitê Deliberativo do Observatório, docente da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e consultor do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Representantes da educação pública de Campinas marcarão presença na mesa de debates que seguirá após apresentações, mediada pelo jornalista José Pedro Soares Martins.

O mesmo local será a sede, na manhã do dia 06 de novembro, da apresentação de outro estudo demandado pelo Observatório da Educação, “Professores da educação básica: formação, carreira e avaliação de desempenho”, por sua vez elaborado por Guiomar Namo de Mello, doutora em Educação Comparada pelo Instituto de Educação da Universidade de Londres. O evento reunirá representantes da Secretaria Municipal de Educação e Diretorias de Ensino Regionais Campinas Oeste e Leste para uma discussão sobre o assunto.

O Observatório da Educação de Campinas foi criado em maio de 2013, com a missão de monitorar e democratizar o acesso às informações e disponibilizar resultados de análises e estudos sobre temas relacionados aos serviços socioeducacionais, sobretudo aqueles relacionados ao município de Campinas.

O Observatório da Educação conta com um Comitê Deliberativo, a quem cabe recomendar análises, estudos e pesquisas. O Comitê é formado por profissionais de notória especialização na área de educação com participação significativa nos debates nacionais e representantes das Secretarias Municipal e Estadual de Educação.

Na 4ª Semana da Educação de Campinas, em novembro de 2013, o Observatório da Educação divulgou o Indicador de Alfabetismo Funcional (INAF) 2013 de Campinas, elaborado, a seu pedido, pelo Instituto Paulo Montenegro. O estudo revelou que o analfabetismo funcional na população de 15 a 64 anos em Campinas é de 30%, somando-se os 3% da população considerada analfabeta e 27% da população com alfabetismo rudimentar.

Outros estudos já divulgados pelo Observatório da Educação foram uma análise estatística da infraestrutura das escolas de Campinas entre 2007 e 2011, por Dalton Francisco de Andrade, professor da Universidade Federal de Santa Catarina, e Joaquim José Soares Neto, da Universidade de Brasília; e uma análise estatística do desempenho dos inscritos no ENEM de Campinas, entre 2009 e 2011, nas áreas de Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Códigos e Matemática, também pelo Prof. Dalton Francisco de Andrade e o pesquisador Adriano Ferreti Borgatto, ambos da Universidade Federal de Santa Catarina.

Informações: (19) 3794.3512 ou www.semanadaeducacao.org.br