Movimento propõe cinco atitudes para mudar a educação

Movimento propõe cinco atitudes para mudar a educação

“Todos somos educadores”. Com essa frase, Cidinha, 49 anos, encerra um dos vídeos da campanha de mobilização social lançada nesta terça (14) pelo movimento Todos pela Educação para engajar a sociedade pela melhora da educação brasileira. Mãe, avó e líder comunitária, ela conta que, ao perceber o valor da educação na vida das pessoas, decidiu lutar para que toda a comunidade tenha acesso a um ensino de qualidade. Mesmo com pouco repertório, começou estudando em casa para poder ajudar o filho. Agora, ela motiva outros pais fazerem o mesmo. Suas atitudes são defendidas pela campanha como forma de acelerar os avanços educacionais no Brasil.

O Todos pela Educação, que já vem trabalhando com metas e bandeiras endereçadas ao poder público para garantir qualidade e acesso à educação no Brasil, pretende agora envolver famílias, escolas e comunidades pelo mesmo objetivo.

Para que tais objetivos sejam alcançados, as cinco atitudes incentivadas são: valorizar os professores, a aprendizagem e o conhecimento; promover habilidades importantes para a vida e para a escola; colocar a educação escolar no dia a dia; apoiar o projeto de vida e o protagonismo dos alunos e ampliar o repertório cultural e esportivo das crianças e dos jovens. Elas foram identificadas por meio de estudo realizado em 2013 a partir de entrevistas com pais, alunos, professores diretores, coordenadores pedagógicos e especialistas em cidades nas cinco regiões do Brasil.

A campanha chamada de Todos Somos Educadores foi idealizada voluntariamente pela DM9DDB, do Grupo ABC, e foca na promoção das cinco atitudes por meio de depoimentos reais de pessoas que se comprometem com a educação no seu dia a dia. “Não se coloca somente a criança na escola: precisamos colocar a escola nas crianças”, afirmou Nizan Guanaes, do Grupo ABC e também sócio fundador do Todos pela Educação, no lançamento do movimento em São Paulo.

O material é composto por peças para mídias impressa, eletrônica e digital. No site www.5atitudes.org.br, as atitudes são aprofundadas e há exemplos práticos de como desenvolvê-las. Há também vídeos que inspiram e material para espalhar a ideia, além de um canal para que as pessoas possam contar histórias inspiradoras.

Além disso, o Todos pela Educação publicou dois livros, o 5 Atitudes pela Educação – Orientações para Coordenadores Pedagógicos, com textos de Ana Maria Machado, Ilan Brenman, Pedro Bandeira, Ricardo Azevedo e Walcyr Carrasco, e 100 perguntas que vão dar o que falar, destinado a famílias. A segunda publicação apresenta questões, como “Se você fosse um super herói, quem seria?” e Quem é ou foi seu professor preferido?”, e espaços para respostas para estimular que pais ou responsáveis dialoguem com crianças e jovens sobre o temas como cultura, esporte, sentimentos, infância e outros.

Fonte: Envolverde