Escola estimula a aprendizagem da matemática no Brasil

Escola estimula a aprendizagem da matemática no Brasil

A Escola Digital (www.escoladigital.org.br), iniciativa do Instituto Inspirare, do Instituto Natura e da Fundação Telefônica Vivo promove métodos de ensino e aprendizagem simples, democráticos e inovadores. Escolas públicas e particulares de todo o país já utilizam os milhares de recursos pedagógicos gratuitos, que podem ser assimilados de formas diferentes (videoaulas, jogos, animações, aplicativos), de acordo com o perfil de cada estudante.

No caso da Matemática, a plataforma pode dar uma contribuição especialmente relevante. É uma disciplina tão importante que, segundo a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico – OCDE, se fosse bem compreendida pelos jovens, poderia contribuir a longo prazo com o aumento do PIB nacional. Infelizmente, no Brasil, costuma ser considerada “chata” e “difícil” pelos alunos e, não por acaso, o país ocupa a 58ª colocação no ranking do Programa Internacional de Avaliação de Alunos, entre 65 países. Os dados da Avaliação Nacional da Alfabetização, recém-divulgados, confirmam a gravidade da situação: as crianças que não conseguem fazer cálculos com números maiores que 20 representam quase 40% no Norte e no Nordeste.

Na Escola Digital, estão disponíveis quase 1.200 conteúdos dedicados ao ensino da Matemática, selecionados por uma curadoria a partir de fontes que são referência, como a Khan Academy e a TV Escola. Os temas vão desde a tabuada até a inflação, sem esquecer das crianças com deficiência – um livreto online ensina simples cálculos para estudantes com deficiência auditiva por meio da Língua Brasileira de Sinais – Libras.

A grande quantidade de games é um dos trunfos da plataforma, pois está comprovado que eles favorecem a aprendizagem da Matemática. Segundo notícias publicadas, nas escolas brasileiras onde já são utilizados, as médias das notas costumam ter um aumento de até 25%. Neste mês de setembro, demonstrando o valor que a tecnologia e as atividades lúdicas assumiram na relação dos estudantes com a disciplina, está sendo realizada a Copa Brasil de Matemática, uma competição de games entre colégios. Na Escola Digital, um dos jogos é o Sundae Times, no qual o aluno precisa usar a tabuada da multiplicação para criar o sorvete mais alto possível: http://www.escoladigital.org.br/odas/54b94fd169702d490ab62300

“Iniciativas como a da Escola Digital contribuem de forma decisiva nos desafios da qualidade e equidade no contexto educacional brasileiro”, diz Maria Slemenson, gestora do projeto.

Escola Digital – tecnologia a serviço do aprendizado

Criada em 2013, a Escola Digital nasce da crença que a tecnologia é um importante aliada do aprendizado e um instrumento de promoção de igualdade de oportunidades. Nesse contexto, a iniciativa responde ao objetivo de facilitar o acesso de educadores, escolas e redes de ensino a materiais educativos de base tecnológica inovadora para enriquecer e dinamizar as práticas pedagógicas. A plataforma de busca de recursos digitais também apoia alunos que querem aprofundar os estudos e familiares preocupados em acompanhar a educação dos filhos.

São mais de quatro mil objetos digitais de aprendizagem gratuitos, que apoiam educadores, redes de ensino, alunos e familiares dentro e fora da sala de aula. Entre os recursos catalogados estão vídeos, plataformas, games, animações, videoaulas, infográficos e mapas, entre outros, categorizados por série, disciplina, tema, tipo de mídia e idioma.

O site oferece ainda informações adicionais sobre os objetos, como nível de acessibilidade para pessoas com deficiência, tipo de licença de uso e se possuem versão off-line, entre outras especificidades. Também indica recursos digitais capazes de apoiar a criação de novos objetos de aprendizagem; trabalho com temas transversais; e a realização de projetos na comunidade, entre outras possibilidades educativas. A iniciativa conta com a colaboração técnica do TIC Educa, responsável pela curadoria do conteúdo.

Segundo Anna Penido, diretora do Instituto Inspirare, a Escola Digital quer contribuir para ampliar o acesso de professores e alunos a materiais educativos de qualidade, estimular a personalização, permitindo que cada estudante encontre a própria forma de aprender, e preparar as novas gerações para a vida no século 21. “A iniciativa abre uma porta qualificada para que possamos promover uma transformação mais profunda na educação no Brasil, de forma simples, democrática e inovadora”, salienta.

A Escola Digital já tem sido acessada em todo o país, por redes municipais, estaduais e particulares de ensino. Em 2015, novas funcionalidades foram agregadas à plataforma, inclusive a possibilidade de personalizar a identidade visual e os conteúdos, que cobrem os currículos de Ensino Fundamental e Ensino Médio. São Paulo, Fortaleza, Salvador, Caçapava, Mogi Mirim, Potim, Jacareí e Pará já possuem versões customizadas.

Informações: www.escoladigital.org.br

Fonte: FEAC