EE Uacury Ribeiro alia tecnologia e internet para melhorar aprendizagem

EE Uacury Ribeiro alia tecnologia e internet para melhorar aprendizagem

Ingrid Vogl

A estrada de terra que leva até a Escola Estadual Prof. Uacury Ribeiro de Assis Bastos não evidencia a característica mais marcante desta unidade localizada na zona rural de Campinas: o uso da tecnologia como ferramenta de qualificação do ensino e aprendizagem.

A infraestrutura da escola, que tem 1.529 m² de construção em quase 6 mil m² de terreno com uma bela vista da Área de Proteção Ambiental (APA) que fica no entorno, é coberta por wifi, que é acessível a toda comunidade escolar, principalmente aos alunos que o utilizam de seus celulares nos momentos de intervalo e também para pesquisas em diversas disciplinas dentro ou fora da sala de aula.

“O melhor da escola é que a gente tem muita liberdade, principalmente porque aqui somos movidos a pesquisa em todas as matérias. Com a sala de informática e o wifi, é bem mais fácil da gente aprender. Mesmo quando não estamos dentro da sala de aula, podemos pesquisar para compreender melhor as matérias”, definiu Lídia de Oliveira Ferreira, aluna do 9º ano.

Na escola desde o início deste ano letivo, a professora de língua portuguesa, Elisangela Ferreira Neves de Medeiros concorda com sua aluna no quesito tecnologia. “Assim que cheguei aqui fiquei um pouco assustada com a questão da distância e do local. Mas logo fiquei encantada, porque o que acontece aqui é diferente das outras escolas. A questão da tecnologia é de ponta, tudo funciona e a estrutura é muito boa e completa”, pontuou a professora.

Para desenvolver as aulas de português, Elisangela Medeiros usa muito bem os espaços da escola: desde a área externa, onde estão localizadas grandes pedras com uma bela vista, para leitura com alunos, até o uso da tecnologia em sala de aula como ferramenta para o desenvolvimento da interpretação e do senso crítico de cada um, por meio das pesquisas na internet.

“A tecnologia nos ajuda a propiciar uma aula prazerosa para os alunos, que não querem mais uma aula estática, onde todos ficam enfileirados. Eles querem discutir assuntos com a ajuda da internet, que hoje faz parte da realidade dos jovens e adolescentes”, afirmou a professora.

Além da internet muito bem utilizada na escola, a EE Uacury Ribeiro ainda possui site, blog e página no Facebook, que estão sempre atualizados com materiais didáticos, matérias de interesse da comunidade escolar e recados às famílias.

Por meio desses instrumentos de comunicação, a equipe gestora criou uma dinâmica de trabalho que disponibiliza uma plataforma eficiente em que estão acervos, textos e atividades pedagógicas, tanto para alunos quanto para professores, assim como dicas de leitura e vídeos. Todo o material disponibilizado, inclusive com sugestões de trabalhos em sala de aula, está em consonância com as diretrizes oferecidas e estabelecidas pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

As atividades desenvolvidas na escola também são registradas e disponibilizadas no site há anos. Boletins dos alunos e reunião de pais estão atualizados e disponíveis na mesma página. Todo o acervo, com cerca de 6 mil exemplares de livros da sala de leitura, além da videoteca, está registrado e organizado no portal da escola, com possibilidade de se acompanhar o fluxo de empréstimos dos materiais. Revistas, cartilhas e livros pedagógicos também estão cuidadosamente organizados, catalogados e disponibilizados no site, que mostra a localização exata de cada material em prateleiras e caixas. “Um de nossos desafios é que os docentes utilizem o material e mantenham tudo no lugar”, explicou o diretor da unidade, Edson Fernando Mamprin.

Fichas cadastrais com as informações de todos os alunos, além de planilhas com os conteúdos de todas as disciplinas trabalhadas diariamente nas salas de aula, também são registradas. A ideia é que a partir de junho, esta planilha seja disponibilizada para acompanhamento e que os pais saibam e inclusive cobrem o conteúdo desenvolvido em sala de aula.

Tecnologia e conhecimento

Todo esse trabalho minucioso de organização e disponibilização de ferramentas e materiais pedagógicos foi feito pelo diretor da escola, que desde 2003 está à frente da gestão da escola estadual e é o administrador do site e redes sociais. “Nosso projeto político pedagógico inclui incentivarmos a comunidade escolar, inclusive professores, a usarem tudo o que está disponibilizado e também criarem um hábito de sugerirem material para atualização do site, blog e Facebook”, afirmou Mamprin.

“Acredito que o diferencial de nossa escola é justamente ter essa possibilidade de usar a tecnologia a favor do conhecimento. Por meio da internet, agilizar e manter todo o material didático organizado, catalogado no site para que comunidade escolar use”, afirmou o diretor.

Habilidades e competências

Os profissionais de educação da EE Uacury Ribeiro de Assis Bastos também usam a internet para avalizar as dificuldades dos alunos e trabalhar as habilidades e competências de cada estudante de maneira interdisciplinar.

Por meio de tabelas criadas especialmente para este objetivo e que são preenchidas diariamente pelos professores, é possível acompanhar dados como número de faltas, e especificamente os tipos de dificuldades que os alunos demonstram em sala de aula. A partir daí, é feita uma análise de como é possível trabalhar com dificuldades individualmente por meio das disciplinas e traçado um plano de ação que é organizado pelo professor coordenador.

“As planilhas foram desenvolvidas a partir da necessidade de trabalho de planejamento das aulas dos professores, o que facilita e agiliza o acompanhamento do trabalho pedagógico. Assim, é possível ajudar inclusive com sugestões de intervenções para as aulas de cada um dos docentes. Há uma grande otimização do tempo”, analisou o professor coordenador dos anos finais e ensino médio, Fernando Luis Macari Roman.

Outro ponto positivo apontado pelo professor coordenador é a relação entre a comunidade escolar. “As crianças são ótimas e praticamente não temos problemas de violência e de convivência. Esse é um ponto interessante, pois para muitos alunos, aqui é o único ponto de convergência social dessas crianças e adolescentes, pois muitas não possuem praças e outros espaços de socialização em seus bairros. Por esse motivo, trabalhamos com eles não só questões cognitivas, mas emotivas também, e o trabalho preventivo e de diálogo, no sentido de criar uma consciência de que são os próprios alunos que devem resolver seus conflitos é muito forte aqui”, explicou o professor coordenador, que também atua na escola como mediador, tutor, e é uma referência para os alunos.

Apesar de aberta a novas ideias e tecnologias, com a ampla utilização desses recursos para o aprimoramento da qualidade do ensino e aprendizagem, aliada à gestão participativa, presente e que valoriza o patrimônio escolar, a EE Uacury Ribeiro enfrenta alguns desafios, como a presença do professor e da comunidade. “Por ser em uma área rural, temos problemas de acesso e a diminuição da ausência dos docentes é um grande desafio. Por isso, procuramos estimular a presença dos professores e familiares, reafirmando a parceria, atraindo-os e fazendo com que a escola seja agradável”, enumerou Fernando Roman.

Conheça mais sobre Escola Estadual Prof. Uacury Ribeiro de Assis Bastos:

Site: http://www.uacury.com/

Blog: http://uacury.blogspot.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/Ee-Prof-Uacury-Ribeiro-De-Assis-Bastos-265017107003827/

Gráfico ee uacury