Educação investe mais de R$ 8 milhões na construção de creches

Educação investe mais de R$ 8 milhões na construção de creches

Pelo menos cinco regiões de Campinas receberão, no primeiro semestre de 2015, unidades de Educação Infantil. Localizadas na Vila Esperança, Porto Seguro e nos jardins Ibirapuera, Bassoli e Campos Eliseos, juntas, elas vão gerar mais 1.087 novas vagas que serão destinadas às crianças de 0 a 3 anos e 11 meses.

Com exceção da unidade do Porto Seguro, que terá capacidade para atender 287 crianças, as demais poderão receber 200 crianças, entre o período parcial e integral. A infraestrutura para abrigar os novos alunos conta com salas de aula, banheiros, cozinha e área de lazer, entre outras dependências.

Essa é mais uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação com o intuito de reduzir o déficit de vagas para este público específico. As crianças com idade acima de 4 anos estão todas contempladas pela rede municipal de ensino.

Novas unidades

Com um investimento equivalente a quase R$ 2,4 milhões, as obras da unidade da Vila Esperança tiveram início há poucos meses e estão em ritmo acelerado. Serão seis salas de aula construídas em um prédio que contará com toda a infraestrutura necessária para abrigar os novos alunos.

O Jardim Ibirapuera é outro bairro que será contemplado com uma escola de Educação Infantil. Neste caso, a construção, que teve um custo de pouco mais de R$ 2,3 milhões, oferecerá atendimento também para 200 crianças.

Localizada na região noroeste da cidade, especificamente no Jardim Bassoli, a escola do bairro contará com seis salas de aula para abrigar 200 crianças. O investimento será de R$ 2,2 milhões. Para a demanda de alunos da região do Jardim Campos Elíseos, os moradores contarão com uma escola que será construída para 200 alunos. O custo é de R$ 2 milhões.

Nas próximas semanas, terão início as obras da unidade de Educação Infantil do bairro Porto Seguro. Essa será maior que as demais, com capacidade de atendimento de 287 crianças.

Fonte: Prefeitura de Campinas