Crianças aprendem brincando; veja dicas para fazer com os filhos

Crianças aprendem brincando; veja dicas para fazer com os filhos

FABIANA FUTEMA

Brincar não é um tempo desperdiçado pelas crianças e suas famílias. Especialistas dizem que brincar é essencial para o desenvolvimento infantil, pois elas aprendem durante a brincadeira.

“Estudos acadêmicos mostram que o brincar é natural e é o modo primário com o qual as crianças aprendem. É essencial para o crescimento saudável e desenvolvimento da criança, especialmente durante os períodos de rápido desenvolvimento do cérebro”, afirma o especialista em educação Sir Ken Robinson.

Ele é presidente do comitê do Dia de Aprender Brincando, iniciativa global que acontece pela primeira vez no Brasil nesta quinta (6).

A proposta da ação é que as escolas abram espaço em programação normal para um momento fora da sala de aula.

“A brincadeira é muitas vezes encarada como um momento ocioso e sem utilidade. Como consequência desse descaso, há um crescimento e uma alarmante tendência à redução do tempo para o brincar livre na rotina infantil, tanto nas escolas quanto em casa”, diz Robison.

Brincadeiras também ensinam habilidades fundamentais para o futuro dos pequenos, como resiliência, trabalho em grupo, liderança, criatividade e habilidades motoras.

“Muitas vezes os pais acreditam que nada está acontecendo enquanto seu filho brinca, que é só um tempo livre, mas na verdade essa atividade é essencial para o desenvolvimento, é natural do ser humano brincar, ele já nasce para fazer isso”, diz Priscila Cruz, presidente executiva do Todos pela Educação.

“O brincar é uma preparação para a educação formal, ele desenvolve habilidades mentais e motoras que a criança precisará na hora da alfabetização.”

A iniciativa é promovida no país pela Cidade Escola Aprendiz, com o apoio de OMO, a partir do movimento #LivreParaDescobrir.

Roberta Tasselli, Gestora da Frente de Comunicação para o Desenvolvimento da Cidade Escola Aprendiz, diz que qualquer pessoa pode participar da iniciativa.

E qual foi a última vez que você brincou ao ar livre com seu filho? O livro “Tempo Junto”, de Patrícia Marinho, publicado pela editora Matrix, ensina 100 brincadeiras para fazer com os filhos. Ela propõe diferentes formas de brincar, de acordo com a faixa etária da criança.

Veja abaixo sugestões de brincadeira do livro:

Boliche de garrafas
“Quando você tiver reunido pelo menos cinco garrafas [PET], pinte cada uma com números de 1 a 5. […] Quando as bolas estiverem prontas, basta arrumá-las, conseguir uma bola pequena e pronto”.

Giz na calçada (para os pequenos)
“Estimule a coordenação motora grossa fazendo um circuito de tarefas com o giz na calçada. Escreva comandos, como ‘pule num pé só’, ‘dê um giro’, ‘dê três pulos’ ou ‘imite um gato’”.

Guerra de bexiga (para os menores)
“Finja que a bexiga é uma batata e brinque de batata quente. Reúna as crianças em um círculo e brinque de passar a bexiga para o jogador ao lado, bem rápido, sem deixar cair”.

Fonte: Folha de São Paulo