“Cinco atitudes”, nova campanha do movimento todos pela educação

“Cinco atitudes”, nova campanha do movimento todos pela educação

Cinco atitudes pela educação. Essa é a nova campanha do movimento nacional Todos Pela Educação. “São as cinco atitudes que todo cidadão pode fazer, em benefício da educação de seu filho, pela melhoria da escola onde ele e seus colegas estudam, pela qualificação da educação do país como um todo”, explica a diretora do Todos Pela Educação, Maria Lúcia Meirelles Reis.

A primeira atitude é Valorizar os professores, a aprendizagem e o conhecimento. “Hoje já sabemos que é importante que as crianças e os jovens estejam na escola, mas é preciso que passemos a acompanhar o que eles aprendem, que valorizemos cada vez mais o conhecimento. E não há como promover o conhecimento e a aprendizagem sem valorizar o professor, profissional central no processo de ensino”, afirma a representante do Todos Pela Educação.

A família pode contribuir para essa atitude, diz Maria Lúcia, do Todos Pela Educação, demonstrando “que valoriza e respeita o trabalho dos professores e de toda a equipe escolar”. Uma das formas seria buscar “conhecer e dialogar com cada professor que interage com a criança ou o jovem, para apoiar essa relação, tendo em vista a importância do papel desse profissional no processo educativo”. A família também pode perguntar aos filhos “sobre as aprendizagens que estão conquistando na escola e se o ensino está sendo estimulante. Caso não esteja, observe se esse desinteresse persiste (afinal, alguma oscilação é normal). Se persistir, converse com seus filhos, com os professores e com outras mães e pais, buscando entender o que está acontecendo”, propõe o Todos Pela Educação.

A segunda atitude é Promover as habilidades importantes para a vida e para a escola. O Todos Pela Educação justifica: “É importante trabalhar para que nossas crianças e jovens desenvolvam habilidades fundamentais em todas as esferas da vida, especialmente na escola. Responsabilidade, criatividade, persistência, concentração, disciplina, comunicação e trabalho em equipe são habilidades que podem ser desenvolvidas ao longo da vida escolar e no convívio social. Se estimuladas desde cedo, têm maior probabilidade de ser incorporadas e praticadas no dia a dia”.

O Movimento entende que a sociedade pode contribuir com essa atitude, por exemplo fomentando “a organização de grupos de alunos que participem dos processos de decisão na escola e na comunidade (comitês constituídos por crianças, adolescentes e jovens)”. A sociedade também pode “envolver crianças, adolescentes e jovens nos eventos e fóruns de discussão sobre a vida na cidade”

A terceira atitude apontada na campanha é Colocar a educação escolar no dia a dia. De novo a família pode contribuir muito, com ações práticas como “levar ou apanhar pessoalmente seu filho sempre que possível, buscando estabelecer relação com o ambiente escolar e mostrando a importância dessa ação para a criança”. O Todos Pela Educação recomenda: “Não deixe seu filho faltar na escola sem motivo e respeite os horários das aulas.  Arrume o uniforme e a mochila, alertando seu filho sobre os materiais importantes para o acompanhamento das aulas”.

      Apoiar o projeto de vida e o protagonismo dos alunos é a quarta atitude. O Todos Pela Educação propõe: “O que os jovens brasileiros querem para o próprio futuro? Como ajudá-los a abrir portas para ele? O objetivo dessa atitude é ajudar a sociedade a cuidar do projeto de vida dos adolescentes e estimular o protagonismo juvenil, promovendo a ideia de que todos são capazes de se desenvolver plenamente por meio da Educação, como cidadãos e como profissionais”.

Para o Movimento, a escola pode ajudar bastante nessa atitude, a partir da compreensão de que “a escola é um ambiente onde crianças e jovens aprendem não apenas conteúdos, mas atitudes, competências e habilidades importantes para a construção do projeto de vida”.

E a quinta atitude é Ampliar o repertório cultural e esportivo das crianças e dos jovens. Para o Todos Pela Educação, todos segmentos sociais podem contribuir. Os empresários, por exemplo, podem “valorizar e apoiar as atividades culturais e esportivas na cidade e nas escolas, estimulando a participação dos colaboradores nessas manifestações”. A empresa pode realizar no seu próprio espaço “atividades culturais e esportivas com a participação dos colaboradores e familiares”.

Cinco atitudes, múltiplas possibilidades para ajudar a qualificar a educação no Brasil. Este é o propósito do Movimento Nacional Todos Pela Educação, do qual o Compromisso Campinas pela Educação (CCE) é célula local.