Cenários Transformadores são discutidos e podem apoiar planejamento da educação

Cenários Transformadores são discutidos e podem apoiar planejamento da educação

Os Cenários Transformadores para a Educação Básica no Brasil em 2032 foram apresentados e discutidos na manhã do dia 26 de outubro na Fundação FEAC em mais um evento da 7ª Semana da Educação de Campinas. O projeto foi realizado pelo Instituto Reos Partner em parceria com diversas instituições ligadas à educação como Ação Educativa, Campanha Nacional Pelo Direito à Educação, GIFE, Todos Pela Educação e União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Com nomes inspirados em pássaros: canário da terra; falcão peregrino, beija-flor e tico-tico, os cenários expressam possibilidades, desafios, alertas e riscos para a educação brasileira nos próximos 16 anos, apresentando perspectivas a partir da complexa e desigual realidade educacional brasileira, levando-se em conta, inclusive, contextos políticos.

“Trouxemos os quatro cenários futuros possíveis da educação brasileira para 2032, e a intenção foi mostrar o que se pensou que pode acontecer no futuro para que já agora possamos começar a desenhar esse futuro. E pensar a partir daí as políticas públicas que podem ser desenhadas com base nos Planos de Educação vigentes”, explicou George Stein, consultor do Instituto Reos Partner.

Após a apresentação de todos os cenários possíveis que estão disponibilizados no site do Cenários Transformadores para a Educação Básica no Brasil (hiperlink), George Stein e Maria Lucia Meirelles Reis, diretora administrativo-financeira do Todos Pela Educação, conduziram um debate entre os presentes que, em grupos, refletiram sobre os elementos apresentados nos cenários possíveis que já estão presentes no panorama atual da educação no Brasil e como eles afetam a atuação na área educacional.

“Este é um material que pode e deve ser usado em planejamentos do poder público, escolas, reuniões com pais, por organizações sociais para que as possibilidades sejam analisadas e se chegue a conclusões do que é possível fazer agora”, concluiu George Stein.

Cenários

Com o envolvimento de diversos representantes de movimentos sociais, governo, organizações internacionais, formadores de opinião, instituições, sindicatos, professores, pais e alunos de todos os níveis educacionais, os Cenários Transformadores para a Educação Básica no Brasil foram criados a partir de 71 entrevistas realizadas com pessoas envolvidas com a educação no país. Também foram promovidas três oficinas em sete dias que ocorreram no segundo semestre de 2014, quando foi discutido o material produzido a partir das entrevistas e feito o mapeamento dos principais desafios e metas possíveis para a construção do debate público sobre o tema.

Os cenários apresentados descrevem como o país e a educação estarão em 2032, ano definido pelo grupo que participou do projeto por ser o centenário do manifesto dos pioneiros da educação nova, por ser uma data que extrapola o prazo do Plano Nacional de Educação em vigência e ainda ser considerado um tempo razoável para a consolidação das mudanças projetadas.

“Todo o processo foi interessante, muito diversificado em todos os aspectos possíveis ligados a educação. E conseguimos chegar em quatro cenários onde todos se enxergam lá. Os cenários podem e devem ser replicados, e a data 2032 foi escolhida a partir do manifesto dos pioneiros da educação de 1932 que documenta 80% das coisas que a gente discute atualmente: que é necessária qualidade da educação na formação do professor entre outros aspetos discutidos ainda na atualidade”, afirmou Maria Lucia Meirelles Reis.

Lançado em 2015, o projeto está agora em uma etapa de disseminação, com apresentação e discussão em diversos locais do país. “O material é 100% público, com guias de utilização na internet. A ideia é que isso seja uma ferramenta de discussão da sociedade. Mobilizar as pessoas para ver como é possível trabalhar com as perspectivas dos possíveis cenários futuros, como fizemos aqui na FEAC”, explicou George.

Confira os Cenários no site: http://cenarioseducacao2032.org.br/