Amigos do Zippy propicia educação emocional  a 250 mil crianças

Amigos do Zippy propicia educação emocional a 250 mil crianças

A Associação pela Saúde Emocional de Crianças – ASEC, por meio do programa Amigos do Zippy, beneficiou aproximadamente 250 mil crianças com desenvolvimento de habilidades emocionais e sociais em 45 municípios brasileiros, nos últimos 11 anos. O Amigos do Zippy é o principal programa da entidade, a qual é representante exclusiva do mesmo no Brasil. Desenvolvido por um grupo multidisciplinar e internacional, está presente em 30 países e é coordenado pela ONG inglesa Partnership for Children (PFC). A iniciativa ensina crianças pequenas, independente de nível social, histórico de vida e habilidades, a lidar com as dificuldades do dia a dia, estimulando-as a identificar e a falar sobre seus sentimentos e a explorar várias maneiras de lidar com eles, a construir estratégias para resolver problemas e a fazer escolhas positivas que contribuam para sua qualidade de vida, levando em conta os sentimentos das outras pessoas.

O programa é desenvolvido em sala de aula pelo próprio professor das crianças, que é especialmente capacitado para isso. Com 24 aulas de uma hora por semana, o Amigos do Zippy não tem o objetivo de solucionar um problema específico, mas sim promover o bem-estar e encorajar a criança a explorar várias opções de solução e a pensar por si mesma. Segundo Tania Paris, presidente da ASEC, a alfabetização emocional é tão importante quanto a alfabetização acadêmica. “Se crianças pequenas puderem aprender a lidar com dificuldades, elas serão mais aptas a lidar com problemas e crises na adolescência e na vida adulta”, explica.

O programa apresenta uma série de seis histórias, com um grupo de crianças e o Zippy – um inseto bicho-pau. Nessas histórias, os personagens vivenciam situações de dificuldades que são familiares às crianças: amizade, comunicação, solidão, ameaças, mudanças, perdas, entre outras. Cada história é ilustrada com uma série de figuras coloridas. As aulas proporcionam a oportunidade das crianças refletirem e criarem muitas estratégias para os problemas apresentados, complementadas por jogos lúdicos que possibilitam experimentar suas sugestões à medida que suas capacidades emocionais e sociais são desenvolvidas. “O programa foi excelente, pois estávamos passando por um momento familiar de separação e as dificuldades e problemas foram bem menores do que se poderia esperar. Estou feliz com as atividades e comportamento de meu filho, bem como suas notas”, declara a mãe de um aluno que participou do Amigos do Zippy na Escola Municipal Benedicto José Nunes, em Sorocaba (SP).

As lições do Amigos do Zippy propiciam uma transformação permanente ao criar um ambiente emocionalmente seguro, que estimula uma nova postura, com mais autonomia e menos conflitos. Para ministrar as aulas do Amigos do Zippy, os educadores passam por um processo de capacitação específico, com formação continuada totalizando 32 horas de duração. Ao todo, mais de 7 mil professores já participaram.
O Amigos do Zippy tem sua eficácia comprovada internacionalmente na área de promoção de saúde mental pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Sua metodologia de aprendizagem está em total consonância com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e com o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). Além disso, em 2013, o MEC reconheceu a metodologia da ASEC de capacitação de educadores em Educação Emocional como Tecnologia Educacional promotora da Educação Integral e Integrada, na perspectiva de ampliação da jornada escolar no país e da articulação da escola com seu território.
Um parceiro importante é o banco HSBC, que adotou o Amigos do Zippy como projeto global, disponibilizando o programa em diversos países da América Latina, como Argentina, México, Panamá, Costa Rica, El Salvador, Peru e Uruguai. Desde 2005, mais de 13 mil crianças foram beneficiadas.

Impacto positivo no Ideb

Sorocaba, no interior de São Paulo, foi a primeira cidade do mundo a implantar o Amigos do Zippy como política pública. Mais de 50 mil alunos desenvolveram suas habilidades emocionais e sociais no período de 2006 a 2013, pela ação de mais de mil educadores, em todas as escolas municipais. O investimento em educação emocional teve reflexos no aprendizado. Em 2007, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do município era de 4.8 para os anos iniciais. Já em 2009, quando as crianças participantes foram avaliadas, saltou para 5.9 e, em 2011, a rede municipal obteve média 6.0, ultrapassando a média nacional de 5.0. De acordo com uma análise da Collaborative for Academic, Social and Emotional Learning (CASEL), que compilou avaliações de desempenho de 300 mil alunos participantes de programas de desenvolvimento socioemocional que atendam critérios específicos de qualidade, como o Amigos do Zippy, o desempenho acadêmico dos alunos participantes é de 11 a 17% melhor do que os de não tiveram a oportunidade de aprender essas competências de forma estruturada.

Sobre a ASEC

A Associação pela Saúde Emocional de Crianças (ASEC) é uma entidade sem fins econômicos, com equipe multidisciplinar e atividades que promovem saúde emocional para crianças, professores, pais e adultos em geral. Atuando desde 2004 com o programa educacional Amigos do Zippy e seus subprodutos, a ASEC já beneficiou mais de 300 mil pessoas no Brasil. A implementação dos programas é feita por meio de parcerias com secretarias municipais ou estaduais de educação, escolas particulares, entidades educacionais, empresas, centros de assistência social, fundações e institutos interessados em viabilizar a educação emocional no Brasil. A ASEC realiza avaliações do impacto de sua intervenção em todos os públicos que participam de seus programas e cursos, comprovando sua eficácia. Além disso, a associação é reconhecida como Entidade de defesa dos Direitos Humanos pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo e é registrada no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do município de São Paulo.

Fonte: ASEC