Oficinas do Atitude Educação levam reflexão e transformam alunos protagonistas

Oficinas do Atitude Educação levam reflexão e transformam alunos protagonistas

(Por Ingrid Vogl)

Pensar, planejar e executar. Essa foi a principal lição que os alunos participantes das oficinas do Prêmio Atitude Educação levaram da quarta fase de formações que foram realizadas na primeira quinzena de novembro. O desafio nesta fase foi aprender a fazer.

Os encontros tiveram início em agosto e são baseados nos quatro pilares da educação preconizados pela Unesco (aprender a ser; aprender a conviver; aprender a aprender e aprender a fazer). O objetivo das formações é incentivar o protagonismo das crianças e adolescentes dentro de suas comunidades escolares e ao longo de suas vidas.

Segundo Cláudio Raizaro, um dos responsáveis pelas oficinas do Atitude Educação, esta etapa marca o fim dos encontros individuais com os alunos de cada uma das três escolas participantes (EE Prof. Djalma Octaviano, EE Prof.ª Laís Bertoni e Emef Oziel Alves Pereira). “Este encontro em que o foco foi o aprender a fazer foi uma grande oportunidade de reunir a parte teórica dos primeiros encontros, principalmente do aprender a ser e aprender a aprender, para que os alunos colocassem em prática o que eles absorveram até agora”, explicou.

Por meio do desafio do Marshmallow, em que os alunos em grupo tinham que problematizar, planejar e executar uma torre feita com espaguete que sustentasse em sua extremidade um pedaço do doce, a proposta da oficina foi levá-los a uma reflexão crítica de que é preciso tomar decisões e executá-las de maneira consciente e planejando quais serão os impactos possíveis desse fazer. “Não basta fazer por fazer. É preciso refletir se aquilo faz sentido, se transforma de alguma maneira minha vida, minha família, minha comunidade. É preciso fazer com uma finalidade definida”, explicou Cláudio.

Transformação

Engajados, os alunos encararam o desafio de executar a torre com criatividade, companheirismo e dialogando ao longo da atividade, assim como em todas as demais dinâmicas propostas ao longo das formações que acontecem há três meses. Isso demonstra que a cada oficina, os alunos assimilam as reflexões propostas e levam para suas vidas as lições aprendidas nos encontros.

Para Raika Aquino, responsável junto com Cláudio pelas formações do Atitude Educação, a evolução dos alunos ao longo dos encontros foi perceptível, no sentido de se transformarem em protagonistas.

“A gente nota a transformação dos alunos ao longo dos encontros, já que no primeiro eles estavam tímidos e alguns não tinham noção do que era exercer o protagonismo dentro da escola e da sociedade. Hoje eles já têm consciência do que é ser protagonista, já estão praticando isso e sabem quais são as ações que eles têm que tomar, os caminhos que eles têm que seguir para exercer o protagonismo em suas vidas.  Fiquei bem feliz com o resultado da dinâmica, eles corresponderam à expectativa para conseguir o objetivo deles. Eles aprendem com a gente e a gente com eles”, concluiu Raika.

O fortalecimento de vínculos durante as formações é tão intenso que além de aprender, aos alunos já se inspiram em seus educadores. “Isso que aprendi com a FEAC vou levar para minha vida inteira, porque nesse aprendizado tem muita lição de vida, aprendo muitas coisas novas. Eu já decidi que não quero ser uma pessoa preconceituosa e que o mundo não pode ser um lugar de discriminação. A gente tem que lidar e respeitar as diferenças dos outros.  Quando eu crescer, eu vou ser diferente, e me espelho na Raika, porque ela me ensina como ser uma pessoa melhor”, afirmou Stela Jessica da Silva, 13 anos, aluna da EE Prof. Laís Bertoni Pereira.

“Adorei saber sobre o aprender e conviver. Que é importante se enturmar com pessoas e conhecer melhor as diferenças. Aprendi aqui a ter mais autoestima e liderança. Isso vou levar para minha vida”, disse Caio Henrique Lopes da Silva, 14 anos, também aluno da EE Laís Bertoni.

Victor Hugo Silva Pontes, 12 anos, mais um aluno da EE Laís Bertoni, sente que está se transformando desde o primeiro encontro do Atitude Educação. “Eu estou ganhando mais confiança em mim mesmo, estou mais seguro. Algo dentro de mim está surgindo. Eu tinha muita vergonha, era muito tímido e agora eu estou me soltando mais, depois de participar das formações. Algumas dinâmicas mexeram muito comigo, e aprendi que o único que pode decidir e mudar minha história sou eu. Tudo isso está me ajudando, porque eu pensava que para ser alguém respeitado eu tinha que depender e ir atrás dos outros, mas eu estou percebendo que não preciso depender mais de ninguém e por isso, estou mudando minhas atitudes. Quem manda em mim sou eu”, contou confiante.

A última fase das oficinas do Atitude Educação acontece no dia 30 de novembro, quando os alunos das três escolas participantes se reúnem em um encontro que será construído por eles mesmos. Na ocasião, eles terão a oportunidade de apresentar os projetos vencedores do Prêmio e falar sobre o desenvolvimento e execução de cada um.

Atitude Educação

Criado em 2014, o Prêmio Atitude Educação visa valorizar as ações que tem como objetivo qualificar ainda mais a educação pública em Campinas/SP. A edição 2016 da premiação teve como objetivo reconhecer coletivos de alunos que desenvolvem ou irão desenvolver projetos que contribuam para a solução de situações/problemas reais de sua escola ou comunidade, ou ainda, que colaborem na aprendizagem dos alunos visando a melhoria da qualidade da educação pública na cidade.

O tema proposto foi “Alunos Protagonistas. Que diferença vocês fazem? ”A iniciativa da Fundação FEAC, por meio do Compromisso Campinas pela Educação (CCE), foi realizada em parceria com as Diretorias Regionais de Ensino Leste e Oeste de Campinas, além da Secretaria Municipal de Educação. O concurso foi voltado para estudantes do ensino fundamental, médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) das redes públicas municipal e estadual de Campinas.

Cada unidade escolar, representante do projeto vencedor por categoria, recebeu R$ 10 mil a serem investidos no desenvolvimento da iniciativa.

Confira os projetos finalistas e vencedores do Prêmio em 2016:  http://atitudeeducacao.feac.org.br/